SE EU VENDO PRODUTOS EM UM MARKETPLACE, PRECISO ME PREOCUPAR COM UM PLANO DE ADEQUAÇÃO À LGPD?

4
Compartilhar no facebook
Compartilhar no linkedin
Compartilhar no whatsapp

A internet trouxe ferramentas que inovaram e facilitaram a vida de empresários e empreendedores. Um exemplo claro é o Marketplace, ofertado por grandes plataformas e redes sociais (ex: OLX, Amazon e Facebook).

Através dele, o empresário/empreendedor consegue vender seus produtos e serviços contando com uma intermediária de grande porte, sem se preocupar com alguns aspectos estruturais e de segurança do negócio. Como vendedor, sua principal obrigação é ofertar um produto/serviço lícito e entregá-lo nas condições anunciadas.

Entretanto, quando se fala em proteção de dados, grande parte dos empreendedores/empresários que utilizam Marketplace acredita que apenas a plataforma necessita de ferramentas para garantir os direitos dos usuários (consumidores que adquirem os produtos e serviços), o que não é verdade. De acordo com a LGPD, o vendedor desta plataforma se enquadra como controlador dos dados pessoais de seus clientes e, portanto, seu negócio deve apresentar um nível de proteção seguro e transparente.

Através de um compliance digital (um plano de adequação às normas relacionadas à proteção de dados, especialmente à LGPD) o empresário/empreendedor oferece a proteção necessária ao dados pessoais de seus consumidores, estruturando sua atividade sob o pilar da privacidade e governança de dados.

Um plano de ação preventivo traz benefícios:

1- credibilidade na relação com o cliente;

2- destaque no mercado;

3- economia, evitando multas e sanções judiciais por abuso no uso dos dados ou vazamentos.

A LGPD, principal norma sobre o tema, está aí! Não espere, traga a segurança de dados para o seu negócio já!

Controle de Processos
Usuário:
Senha: